sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Um amor que não é a dois


"É tão difícil entender que eu já não vejo em você
aquele alguém que eu conheci e me apaixonei.
Já não consigo suportar você querendo me tocar. 
O meu desejo, a sua voz, o que aconteceu?"

No início tudo era tão diferente,um casal apaixonado,daqueles que se ver nos filmes.
Trocávamos cartas,e era tão bom ,falar ao teu ouvido o quanto eu te amava,apesar de você não demonstrar tanto carinho,quanto nas cartas que me escrevia.
Quando ouvia o telefone tocar,corria ansiosa para ouvir a sua voz,quando a porta se abria corria para ver se era o meu príncipe encantado com seu cavalo branco.
Mas agora tudo mudou,não é mas um conto de fadas,já não faço mas cartas declarando o meu amor,e as suas meu bem,estão guardadas em uma caixa,com as fotos do momento que eu achava que estávamos felizes.
Eu já não falo mas ao teu ouvido,o quanto eu te amo,e já não demostro tanto carinho.
Eu mudei e você também,agora que eu não necessito tanto do seu amor,você está tão carinhoso,repete várias vezes o quanto você me ama e me adora,enquanto acaricia o meu rosto suavemente.
Mas a sua voz ao meu ouvido,agora é como uma música ruim,que eu não suporto mas ouvir tocar.
As suas mãos no meu rosto,não é mas tão suave,sinto com tanta aspereza.
Eu já não quero mas as suas cartas,os teus elogios,o teu carinho,eu já não quero mas você.
É tudo muito diferente de quando nos vimos pela primeira vez,e se apaixonamos.
Por que então não acabar com tudo isso,com essa história de amor,que não é mas amor e nem paixão?
É porque eu não consigo dizer em palavras que ,quero ficar longe de você,que quero um tempo para pensar,e se você não percebe a minha distância e a minha frieza, então deixa assim como está,eu só não quero ter que te machucar,mesmo estando tudo tão louco e fora do lugar.  
Sobre o texto                    
"Fiz esse conto para a postagem coletiva.
O título é um amor que não é a dois,porque
só um ama e em momentos diferentes.
Mas pessoas escrevem para a postagem aqui."

4 comentários:

  1. Bia, eu adorei! O amor que "não é a dois" se faz presente no início, quando só ela ama e, no final, quando só ele ama! Muito bom mesmo!
    Continue escrevendo.

    ResponderExcluir
  2. Que bom você gostou.
    Meu maior prazer é escrever e ver pessoas gostando do que eu escrevo é melhor ainda.

    ResponderExcluir