terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

O aborto é certo ou errado?


"Fiz esse post para o blogueando,
eu argumentei sobre meu ponto de vista,
analisando duas situações diferentes."

Antes de dizer se o aborto deveria ou não ser permitido,se é ruim ou bom,devemos citar dois exemplos,para enfim tirar uma conclusão.
Ambos os exemplos fala de duas bailarinas,uma tem quinze anos e quer ser bailarina profissional,ela foi abusada pelo seu professor de educação física,e acabou engravidando.
A outra tem vinte e oito anos,é bailarina profissional,e por não ter tomado os devidos cuidados,acabou engravidando.
Vamos supor que as duas entrou com um pedido,para ter a permissão ou não de fazer um aborto,e o juiz tirou as seguintes conclusões,antes de os jurados da uma opinião.
Ele tirou as seguintes conclusões,a garota de quinze anos,não planejou e nem fez nada para acontecer,ela não tem condições financeiras,e tem o sonho de ser bailarina profissional.
E a moça de vinte e oito anos,apesar de não ter planejado nada,fez algo para que acontecesse,tem condições financeiras,e já realizou o sonho de ser bailarina profissional.
A questão não é as condições financeiras,e as profissões de cada uma,a questão é que uma tem que arcar com suas responsabilidades,e a outra foi abusada e não tem nenhuma obrigação.
Depois das conclusões do juiz,os jurados poderão da sua opinião,e quem será esses jurados?
Eu e vocês seremos os jurados aqui,analisando as duas situações e dando nossa opinião.
E a minha opinião é o seguinte,eu não acho o aborto uma coisa boa,e nem acho que devia ser legalizado,eu acho que no caso da garota de quinze anos tudo bem,mas no caso da de vinte e oito anos,eu não concordo.
E vocês o que acham,depois de ter analisado qual a sua opinião sobre o assunto.

3 comentários:

  1. Muito dificil, concordo. Ainda assim, acho que um crime não justifica o outro. Há outras maneiras de não tirar a vida de ma criança e não prejudicar a vida de quem a gerou. Mas, como eu mesma disse em meu post: é fácil falar, quando não é com nós mesmas.

    ResponderExcluir
  2. "Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é" - disse alguém que não lembro quem é, agora; todavia, no tocante ao aborto, é preciso ir além das circunstancias, já que o mais importante é o fato que se mostra patente: o bebê, embora ainda em formação, já existe. É justo impedir-lhe o nascimento? O caso da violência sexual é o mais difícil de todos, mas, como a Nathy escreveu, um crime não justificará o outro! Optar pela morte de um bebê é deixar prevalecer a ignorância nos nossos corações!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado por vim aqui dá a opinião de vocês garotas.
    Como a Nathy disse falar é fácil,quando não é com nós mesmas,mas também matar um bebê realmente é um crime.
    Impedir o nascimento desse bebê,talvez não seja tão justo,mas depende do lado de cada um que quiser fazer um aborto.

    ResponderExcluir