sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Nunca tente ser quem você não é



Maria morava no interior da Bahia,apesar de ter uma família unida,amigas que eram como irmãs,notas ótimas na escola,nunca se contentou com o que tinha e se considerava infeliz.
Na verdade ela sempre quis ser como a sua prima Luísa.
Ela sempre quis ser popular como a prima,morar no Rio de Janeiro,e ter pais como os dela que tinha condições para dar tudo o que ela queria,para Maria a sua prima Luísa,que era feliz,pois tinha tudo o que uma garota sempre sonhou.
Já Luísa não reclamava da vida que levava,mas também nunca disse está feliz,ela ficava contente mesmo quando ia passar as férias no interior da Bahia com a prima Maria,ela dizia que sua prima tinha sorte de morar em um lugar como aquele.
Luísa e Maria saiam juntas todas as noites,junto com elas iam Joana e Clarice,amigas da Maria.
Na última noite de Luísa na cidade,ela conheceu um garoto chamado Gabriel,o sonho de toda garota era namorar o Gabriel.
Gabriel chamou ela para tomar um sorvete e ficou muito triste ao saber que Luísa iria embora,no outro dia as 14:00 horas,ele pediu o número dela e o msn,para eles se comunicarem,e prometeu leva-la na rodoviária.
Maria ficou morrendo de raiva da prima,começou a chorar no seu quarto,dizendo que a vida dela era horrível,que a prima dela sempre tinha tudo e ela nunca tinha nada.
Se eu pudesse ser ela eu seria_ pensou Maria,ainda chorando.
Se você quiser,eu te concedo esse desejo,mas você não vai poder voltar atrás_ uma voz vinda lá do céu falou.
Maria não pensou duas vezes,e aceito logo de primeira,ela pegou no sono e no outro dia quando acordou tudo estava trocado,sua prima agora morava lá,com os pais dela.
E Maria morava no Rio de Janeiro,e iria para casa as 14:00 horas,ao contrário do que ela pensou Gabriel não apareceu.
Chegando no Rio lá estava o seus pais,mas eles estavam discutindo,Maria ficou assustada,nunca tinha visto seus pais discutindo daquele jeito.
Na escola ela era muito popular,mas suas notas eram péssimas,e as professoras sugeriu que ela conversasse com alguém,por que aquilo era devido a problemas domésticos.
Maria voltou para casa triste,pensando em tudo que deixou para trás,ela quis muito voltar a ser como era,mas já era tarde demais,agora ela ia ter que viver infeliz,pois havia largado a verdadeira felicidade para trás.
   Moral da história            
Nunca tente ser quem você não é,
e nunca queira o que não é seu.

4 comentários:

  1. Oie! Primeira vez que passo por aqui e já achei seu cantinho lindo, com um texto sensível e delicado! Amei..Outra coisa, que seu sonho de ser escritora torne-se realidade logo!!! Vc merece..Bjks e apareça no meu quando quiser!!!!!!! :)

    ResponderExcluir
  2. com certeza! concordo com voce, ao inves de tentar ser outra pessoa, devemos melhorar a pessoa que agente é!

    muito obrigada pelo selo, adorei!

    beijinhos ;*

    ResponderExcluir
  3. Realmente, tentar ser quem não é não dá... Já è difícil ser quem somos, tentar ser diferente para agradar deve ser terrível. Lindo Texto! Beijos...

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Michelle espero que volte sempre.
    Luísa de nada,espero que tenha gostado.
    Mel obrigado,realmente está díficil ser nós mesmas,imagine ser quem não é.
    Bjos a todas,e obrigado pelos comentários.

    ResponderExcluir